Obrigado amigo(a)s leitores.

Image Hosted by ImageShack.us

DRTV RADIO ONLINE

Para tirar o som, clique em pause
PARA ENTRAR NA RADIO CLIQUE AQUI

domingo, 11 de março de 2012

QUANDO TUDO DÓI

fonte de imagem magnetosblog.com


Por Dra.  Evelin Goldenberg  - 
Reumatologista do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e autora do livro O Coração Sente, O Corpo Dói (Editora Atheneu)


A dor geralmente aparece nos ombros e braços, depois se espalha pelo corpo todo, chegando aos ossos, tendões, músculos e articulações. Pode se arrastar por dias, meses e até anos. Junto a esses sintomas pode vir um cansaço inexplicável, o sono que não relaxa.

Também há quem reclame de dificuldade de concentração, depressão, sensação de formigamento em braços e pernas, dores de cabeça e até de cólicas intestinais. Para se livrar do problema, o paciente costuma passar por vários especialistas, antes do diagnóstico de fibromialgia.
Essa demora em se chegar à conclusão de que as dores apontam para fibromialgia reside no fato de não haver nenhum exame laboratorial ou radiológico que comprove o diagnóstico, que é exclusivamente clínico e requer histórico e exame físico detalhados. Dessa forma, consultas médicas rápidas e baseadas em laudos de exames não trazem resultados, o que faz pacientes passarem por diversos médicos, realizarem uma série de exames sem chegarem a nenhum diagnóstico.
O importante para quem tem a síndrome é manter a qualidade de vida, uma vez que até o momento não há cura
Entre os pacientes com o problema, 90% são mulheres. A causa é atribuída ao desequilíbrio de neurotransmissores responsáveis por inibir ou gerar a dor, como a serotonina. Há uma substância diretamente relacionada aos mecanismos da fibromialgia: é a substância P, do inglês Pain – que significa dor. “O excesso da substância P no organismo resulta em maior percepção da dor”, explica Evelin Goldenberg, reumatologista do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e autora do livro O Coração Sente, O Corpo Dói (Editora Atheneu).
Pesquisas mostram três vezes mais substância P no organismo dos portadores da síndrome, além da queda na produção de serotonina. “Há um excesso de agentes que enviam informações dolorosas, somado à redução nos níveis dos que suprimem a dor”, completa a reumatologista.

Gatilhos da dor

Acredita-se que há pessoas com predisposição genética para a fibromialgia, mas só manifestam a crise frente a desencadeantes. Os principais são: trauma físico ou emocional, doenças infecciosas (como gripe e hepatite C), perdas prolongadas de sono, grandes modificações hormonais e mudanças climáticas. Em seu livro, dra. Evelin afirma que há estudos sugerindo que 60% dos portadores de fibromialgia têm familiares com a doença, ou ainda doenças relacionadas à serotonina.
O diagnóstico do problema é complexo. Exames radiológicos ou laboratoriais não revelam a síndrome, que tem seu diagnóstico exclusivamente clínico, por meio de história e exame físico detalhados e a palpação de ‘tender points’, ou pontos de tensão. Ao todo são 18 e o critério do Colégio Americano de Reumatologia para o diagnóstico é a presença de dor generalizada pelo corpo por pelo menos 3 meses e a presença de 11 em 18 tender points.

Tratamento e prevenção

Não há vacinas ou outros métodos que possam prevenir o surgimento da doença. O que se pode fazer é adotar atitudes simples que tornem as circunstâncias menos favoráveis à fibromialgia, o que não garante estar fora de perigo.
O importante para quem tem a síndrome é manter a qualidade de vida, uma vez que até o momento não há cura. Muitos dos sintomas podem ser amenizados contando com a ajuda de medicamentos e terapias como a acupuntura, sessões de relaxamento e massagem.
  • Dieta: há expectativa com relação às fontes de triptofano, o aminoácido precursor da serotonina, que ajuda a inibir a dor. Esse aminoácido apresenta-se em quantidade insuficiente no organismo dos portadores da síndrome. O triptofano pode ser encontrado na banana, milho, arroz integral, legumes, leite e mel. Entretanto a dra. Evelin adverte: “Ainda não está comprovada a importância de dieta nesses pacientes”.
  • Exercícios físicos: músculos sem treinamento são mais vulneráveis a lesões e, por consequência, a desencadear traumas capazes de impulsionar o desenvolvimento da fibromialgia. A recomendação é a realização de exercícios físicos de caráter lento e progressivo, individualizados e sob a orientação de profissional especializado.
  • Estresse: procure afastar-se das fontes de estresse e desenvolver melhores formas de administrá-lo como técnicas de respiração, yoga, meditação e acupuntura. As pessoas estressadas sofrem mais com a dor, insônia e irritabilidade, fatores que podem desencadear a fibromialgia.
  • Sono: perder várias noites de sono pode se tornar fonte de fadiga e dor. O mais indicado é estabelecer um horário para dormir e evitar bebidas que contenham álcool e cafeína e a prática de exercícios físicos exaustivos à noite.
  • Antecedentes familiares: quem tem familiares com fibromialgia deve manter dieta balanceada, praticar exercícios e ter boas noites de sono. Se a dor aparecer, esqueça os analgésicos e procure um especialista no assunto. O tratamento precoce pode evitar a dor crônica.
27/02/2012 10:38:27

Eunice

Olá Dra. Evelyn Já passei com o Dr. Goldenberg, e o mesmo me aconselhou primeiramente a mudar de vida, tentar ser feliz ,porque tenho fibromialgia,tendinite.lombalgia,cervicalgia e várias outras gias, tenho muitas dores tomo meus remédios faço hidroterapia, e hoje neste axato momento estou com uma séria crise, já mudei estou no interior em ares sem poluição sem barulho e etc. Mas não me sinto bem as vezes acho que estou piorando. Me desculpe o desabafo mas o que fazer?

Resposta:

Olá Eunice, Para uma avaliação mais detalhada e precisa, você deve procurar o médico que acompanha seu caso. Só ele pode esclarecer todas as suas dúvidas. Caso queira, disponibilizamos duas formas de indicação médica. Por meio da nossa Central Médica, pelo telefone 11 2151-1233, ou pelo nosso site http://www.einstein.br/hospital/Paginas/indicador-medico.aspx.
22/02/2012 19:51:31

Céli

Gostaria de dar uma sugestão para solucionar todos os incovenientes aqui relatados, ou seja...colocar uma observação no inicio dos comentarios alertando a todos que qualquer tipo de duvidas com referencia a doenças devera ser encaminhadas ao aconselhamento medico, pois lamentavelmente perde-se tempão lendo tudo e a resposta é uma só. Especificar a que se refere os comentarios que devem ser feitos aqui seria de grande valia a todos.Obrigada

Resposta:

Olá Céli, agradecemos o envio de sua opinião. Quando existem perguntas que há necessidade de uma avaliação mais detalhada pessoalmente, sempre vamos recomendar a procura de um médico. Pois, pelas suas limitações, a internet não deve ser instrumento para consultas médicas, diagnóstico clínico, prescrição de medicamentos ou tratamento de doenças e problemas de saúde. Agradecemos a sua compreensão.
25/09/2011 18:37:23

Eátima

Qual a real importancia da supra renal naquelas pessoas em que tudo dói?A substancia P pode ser dosada? como? qual a real importancia da dosagem da substancia P e da serotonina? como interpretar os resultados?

Resposta:

Olá Fátima, infelizmente este canal não se destina a consultas online. Pedimos a gentileza de você entrar em contato com um dos nossos especialistas e tirar suas dúvidas. Entre em contato com o Fone Saúde, 11 2151-1233, e peça uma indicação médica. Boa Sorte.
22/09/2011 16:26:36

sueli fernandes

minha mae tem ostoporose, e cifose, já diminuiu 2 cmtrs, teve fratura ana 2 e 4 vertebra,tricamento, sente muita dor o que fazer e que remedio dar?

Resposta:

Olá Sueli, agradecemos seu contato. Mas infelizmente não conseguimos dar uma resposta por este canal, sem antes avaliarmos o caso de sua mãe por meio de consulta médica. Caso queira consultar um dos nossos especialistas, fique à vontade para pedir uma indicação médica pela nossa Central de Atendimento, no telefone 11 2151-1233, opção 3. Você também pode dispor deste serviço pelo nosso site, acessando a página do Indicador Médico http://www.einstein.br/hospital/Paginas/indicador-medico.aspx. Boa sorte.
22/09/2011 10:46:27

Jeanne Herszenhaut

Olá! Moro no Rio de Janeiro e gostaria de saber como posso fazer pra ser atendida, vcs tem consultas aos sábados? pois sou professora e trabalho todos os dias. Tenho fibromialgia mas não consigo um tratamento decente, por isso gostria de saber como devo proceder para conseguir uma consulta, ou então se vocês poderiam me indicar um centro de tratamento de confiança aqui no Rio. Obrigada; Jeanne Herszenhaut

Resposta:

Olá Jeanne, agradecemos seu contato. Para informações sobre como se consultar com nossos médicos entre em contato com o Fone Saúde pelo telefone: 11 2151-1233, ou por e-mail: fonesaude@einstein.br. Sobre a indicação de serviços médicos no Rio de Janeiro, informamos que nossos serviços estão concentrados no estado de São Paulo, e infelizmente não temos informações sobre os serviços oferecidos por outras instituições. Boa sorte e continue acompanhando nosso portal.
10/08/2011 03:35:36

vanda n silva

me senti mas bem informada pois ñ sabia de certas coisas agora sei quem procurar amei

Resposta:

Vanda, que bom que você gostou do nosso portal. Trabalhamos cada dia mais para trazer assuntos de grande interesse em sáude e bem-estar. Fique à vontade também para nos mandar sugestões de temas do seu interesse. E convidamos você a continuar acompanhando o Einstein tanto pelo portal, quanto pelos nossos canais oficiais do Facebook (https://www.facebook.com/HospitalAlbertEinstein), do Twitter (http://twitter.com/#!/hosp_einstein) e do YouTube (http://www.youtube.com/user/HospitalEinstein).
02/08/2011 13:59:39

Maria do Carmo

Prezados Senhores, Gostaria de saber se a fibromialgia é uma dor que parece queimar a superfície da pele. desde já agradeço.

Resposta:

Olá Maria do Carmo, agradecemos o contato. Informamos que o Espaço Saúde e as Páginas Einstein têm apenas caráter informativo, e nunca irão substituir a consulta com um médico. Cada caso deve ser analisado individualmente, portanto recomendamos que você procure um especialista para esclarecer todas as suas dúvidas. Boa sorte e continue acompanhando nosso portal.
12/06/2011 17:56:43

lindalucena

foi de excelente ajuda essa p´gina,agora sei que sou portadora desse mal,que dói,e como dói,que médico devo procurar? obrigada pela ajuda

Resposta:

Olá Lindalucena, para indicações médicas entre em contato com a Central de Atendimento Albert Einstein pelo telefone 11 2151-1233, escolhendo a opção 3 ou pelo e-mail fonesaude@einstein.br. Boa sorte.
11/06/2011 20:13:00

vera

Minha prima sente dores na coluna,furmigamento nas mãos,ultimamente fico tonta,pressão alta,estou urinando pouco,sinto muita dor no corpo e tomo muito tylenol e outros remédio para passar a dor. por favor aguardo uma resposta do meu problema

Resposta:

Olá Vera, a informação médica via internet pode complementar, mas nunca substituir a relação pessoal entre paciente e médico. Uma consulta médica pressupõe diálogo, avaliação do estado físico e mental do paciente, sendo necessário aconselhamento pessoal com um profissional de saúde antes e depois de quaisquer exame e procedimento médico. Portanto, é recomendado que procure um especialista para analisar o seu caso e indicar o melhor tratamento. Boa sorte.

Escolhi esta matéria porque é um tema muito atual e a Dra. Evelin é uma médica incontestavelmente muito competente e séria, sou grande admiradora de seu trabalho. 


Espero com esta publicação, ter ajudado.


Rosângela Matos.
dra.rosangelamatos@tahoo.com.br




Leia mais, clicando aqui 

DEIXE SEU COMENTÁRIO, PERGUNTA OU CONSIDERAÇÃO 
ABAIXO:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Mais Lidas nos últimos 30 dias

Como consertar fraturas da Medical Animation

fonte: Tide Monteiro do diHITT

16/17 de Maio de 2009 - Céu Paz Jd.Parané - Coord.Juventude- Prefeitura da Cidade de São Paulo/SP

Nossos Leitores

Ação Global da Rede Globo 2011

Ação Global da Rede Globo 2011
Aconteceu no Pq. da Juventude no Carandiru dia 14/05