Obrigado amigo(a)s leitores.

Image Hosted by ImageShack.us

DRTV RADIO ONLINE

Para tirar o som, clique em pause
PARA ENTRAR NA RADIO CLIQUE AQUI

quinta-feira, 22 de março de 2012

Até que ponto vai a abnegação na área da saúde, nunca julgue ninguém !


Um médico entrou no hospital com pressa depois de ser chamado ... é uma cirurgia de urgência. Ele respondeu à chamada o mais rápido possível, trocou de roupa e foi direto para centro cirurgico.
Ele encontrou o pai do menino indo e vindo na sala de espera do médico. Depois de vê-lo, o pai gritou:
"Por que você levou todo esse tempo para vir? Você não sabe que a vida do meu filho está em perigo? Você não tem senso de responsabilidade? "

O médico sorriu e disse:
"Lamento, eu não estava no hospital e eu vim o mais rápido que pude depois de receber a ligação ...... E agora, eu gostaria que você se acalmace para que eu possa fazer meu trabalho"

"Acalmace? Se fosse seu filho que estivesse nesta sala agora, iria se acalmar? Se o seu próprio filho morrece agora oque você iria fazer? ", Disse o pai com raiva

O médico sorriu novamente e respondeu: "Eu vou dizer o que disse Jó na Bíblia Sagrada" Do pó viemos e ao pó voltaremos, bendito seja o nome de Deus ". Os médicos não podem prolongar a vida. Vá e interceda por seu filho, vamos fazer o nosso melhor pela graça de Deus "

"Dar conselhos é facil", murmurou o pai.

A cirurgia levou algumas horas e depois que o médico saiu feliz, "Graças a Deus! Seu filho está salvo! "

E sem esperar a resposta do pai o medico saiu correndo. "Se você tem alguma dúvida, pergunte a enfermeira! Disse o medico."

"Por que ele é tão arrogante? Ele não podia esperar alguns minutos para que eu podece perguntar sobre o estado do meu filho ", comentou o pai ao ver os enfermeiros minutos depois que o médico saiu.

A enfermeira respondeu, com lágrimas descendo seu rosto: "Seu filho morreu ontem num acidente de viação, ele estava no enterro, quando o hospital o chamou para a cirurgia de seu filho. E agora que ele salvou a vida de seu filho, ele saiu correndo para terminar o enterro de seu filho. "

Nunca julgue ninguém, porque você nunca sabe como sua vida é e ao que está acontecendo ou o que eles estão passando.
 


Nota: 
Um texto extraordinário tirado de uma página do facebook de um amigo, Saulo de Quintal.



segunda-feira, 19 de março de 2012

Estudo prova benefícios do Reiki em enfermeiras com burnout



De acordo com as conclusões de um estudo publicado recentemente, uma sessão de Reiki produz melhorias imediatas em enfermeiras que sofrem de síndrome de burnout, um tipo de esgotamento associado ao desempenho profissional. Falámos com alguns enfermeiros portugueses e ficámos a saber que o Reiki é uma estratégia usada por todos eles para lidar com o stresse a que estão sujeitos.
Num mundo tão competitivo e exigente em termos laborais é cada vez mais frequente encontrarem-se profissionais, de qualquer área, que sofrem de síndrome de burnout (SB). Também conhecida como esgotamento, esta situação corresponde a um quadro de exaustão física e psíquica, resultante de uma exposição prolongada a níveis elevados de stresse. Confundida frequentemente com depressão, a SB é responsável por inúmeros pedidos de ajuda terapêutica.
Tendo em conta as elevadas exigências a que estão sujeitos em termos físicos e emocionais, os enfermeiros constituem um grupo profissional particularmente susceptível a este problema. Com efeito, diversos estudos realizados apontam para cerca de 40% de frequência de burnout em enfermeiros. Partindo desta premissa, um grupo de profissionais de saúde associados à Universidade de Granada, Espanha, levou a cabo um ensaio clínico destinado a avaliar a influência imediata do Reiki em enfermeiras com burnout diagnosticado. Para tal, logo após uma sessão desta terapia, foram medidos os níveis de imunoglobina A salivar (IgAs), a actividade da α-amilase e a pressão arterial.
Como principal conclusão do estudo, publicado na Revista Latino-Americana de Enfermagem (Set./Out. 2011) destaca-se que «uma única sessão de Reiki produz melhora imediata da função imunológica (IgAs) e da regulação da pressão arterial em enfermeiras com SB. Portanto, a aplicação de tratamentos por meio do Reiki poderia ser abordagem efetiva com vistas ao manejo e à prevenção dos efeitos negativos do estresse ocupacional, em subgrupos de enfermeiros com perfil de alto risco para SB».

Passo importante
Embora os autores destaquem a necessidade de estudos adicionais, este é já considerado um passo importante no sentido de demonstrar a eficácia do Reiki em situações concretas. Isso mesmo confirma Bruno Azevedo, enfermeiro militar no Hospital de Marinha, em Lisboa. Na sua opinião, «estas conclusões são clarificadoras e de extrema importância no contexto actual». O profissional de saúde sublinha que a SB «é correlacionada muitas vezes com depressão e, consequentemente, com a diminuição da resposta imunitária». Explica ainda que «a imunoglobolina A (IgAs) é um anticorpo predominante nas secreções e tem como principal acção proteger o organismo da invasão de vírus e bactérias, daí a sua propriedade imunitária». Perante este contexto, Bruno Azevedo, que é igualmente vice-presidente do Conselho Fiscal da Associação Portuguesa de Reiki, conclui que «segundo este estudo, a aplicação de Reiki promove um aumento da imunidade, ou seja, da protecção do organismo, e um melhor aporte do sangue a todo o corpo, o que se traduz numa melhoria geral do indivíduo».
Perspectiva idêntica é partilhada por Ida Lourenço, enfermeira no Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental e praticante de Reiki. Nas suas palavras, as conclusões deste estudo «são muito importantes», pois «comprovam o efeito de relaxamento corporal e o aumento da resposta imunológica, após uma sessão de Reiki». A enfermeira considera mesmo que os resultados alcançados demonstram que, através desta terapia complementar, «as pessoas, quer sejam enfermeiros ou não, podem contribuir para a sua saúde ao diminuir os efeitos do stresse ocupacional evitando a etapa final que é a síndrome de burnout».

«Bem-estar considerável»
Vânia Moreira, enfermeira militar no Hospital de Marinha, confessa não ter ficado surpreendida com as conclusões do estudo. Não sendo praticante, recebe Reiki «com uma frequência não muito regular», isto é, com intervalos de duas a três semanas entre sessões. E recorre a esta terapia alternativa porque as vantagens são claras para si: «Sinto um aumento de bem-estar físico e emocional considerável.» Depois de ter experimentado o Reiki há quatro anos, a enfermeira diz que só há cerca de três meses reiniciou as sessões, depois de engravidar. E os resultados estão a agradar-lhe bastante: «Posso constatar o aumento de movimentos do meu feto na hora que sucede ao Reiki; eu fico mais calma, tranquila e o feto movimenta-se mais.»

A enfermeira reconhece que o ensaio clínico agora divulgado é «sem dúvida, um bom indício de que este tema carece de um estudo mais aprofundado e alargado, de forma a poder ser extrapolado para a população em geral». E isto porque considera importante «alertar a comunidade para os benefícios de terapias menos tradicionais no nosso país, terapias que gozam de séculos de experiência noutros, com benefícios mais que comprovados». «Havendo um reconhecimento geral da população dar-se ia um grande passo para a introdução destas terapias no Serviço Nacional de Saúde», conclui a enfermeira.

Cuidar de si em primeiro lugar

Mas será que a generalidade dos profissionais de enfermagem está informada em relação aos benefícios das técnicas de relaxamento e meditação? Segundo Ida Lourenço, a maioria está sensibilizada para estes assuntos «através do programa curricular actualmente em vigor nas escolas de enfermagem». Todavia, a informação disponível não é suficiente, reconhece. «O que constato é que os enfermeiros, tal como outros profissionais de saúde, necessitam de ter consciência de que para cuidar dos outros precisam de cuidar de si. Como pessoas é-lhes exigido muito para além do que é saudável, e muitas vezes relegam para segundo plano as suas próprias necessidades», justifica. E lamenta que «só quando se encontram numa fase mais avançada de stresse ocupacional é que procuram um estilo de vida com mais saúde».
«Quem cuida de quem cuida?» é também uma «questão pertinente» para Bruno Azevedo. «Se não cuidar de mim, cuidarei bem dos outros?», interroga-se o enfermeiro. Embora acredite que «a enfermagem tem tido horizonte suficiente para se desenvolver num contexto holístico da saúde», o profissional admite que «existem entraves para uma real implementação destas técnicas». Desde logo, porque «na nossa cultura tudo é e tem de ser rápido, desde a comida à saúde. E assim as pessoas parecem querer que a solução acabe sempre por passar pelo comprimido».
Apesar de tudo, Bruno Azevedo é optimista e lembra que «o paradigma de saúde está a mudar, da mesma forma que a cultura». E «com uma mudança de consciência teremos certamente melhor saúde e vida», conclui.
Para saber mais:
Associação Portuguesa de Reiki (APR) disponibiliza aos seus associados a tradução do referido estudo. Do trabalho da APR destaca-se o contínuo apoio a praticantes, mestres e terapeutas de Reiki, bem como o esclarecimento sobre a terapia. Todos os associados têm acesso livre a dezenas de documentos, manuais e materiais de suporte, recebendo ainda newsletters frequentes de apoio à prática. Para se tornar associado, basta inscrever-se aqui.
                                                                                                                                                                                Por:
Andreia Vieira
View all posts by Andreia Vieira
Andreias website



Comentário: 


Quando fiz Heiki fiquei maravilhada com seus efeitos, o bem estar proporcionado e tive uma experiência em um membro de minha família ao aplicá-lo mesmo ainda durante o curso, esta experiência foi a maior prova de que os benefícios podem ser recebidos por pessoas com quadros patológicos clínicos onde o medicamento não alcança. De lá para cá, tive outras experiências positivas, com pessoas, animais e até plantas. A energia vital realmente se manifesta à favor daquele que recebe e o Heikiano também se torna um beneficiado quando o aplica, isto é fato! Lamento ainda que em nosso País (Brasil) esta técnica milenar ainda não tenha sido reconhecida, poderíamos ajudar em muito, vários quadros clínicos e o que é pior ainda, a disseminação do conhecimento da técnica também não é do conhecimento de todos. Espero que com este artigo, pessoas e mais pessoas possam vislumbrar um futuro mais ameno e se beneficiar desta maravilhosa dádiva que é o Heiki. Conheçam, procure um Heikiano e aprofunde-se, a única ferramenta que o profissional necessita são as mãos e a boa vontade para realizar e o paciente, estar aberto para receber. Há também o Heiki à distância, que aprendi no curso de formação Grau II, onde as pessoa podem se beneficiar desta técnica à distância, ter medicamentos e alimentos energizados para um melhor aproveitamento, maiores detalhes, informe-se com um profissional. Eu particularmente, por ser praticante e Heikiana Grau II, coloco-me à disposição para eventuais esclarecimentos que estiverem ao meu alcance. 


Cordialmente,


Rosângela Matos - Heikiana Grau II 
(11) 8943-0227 claro ou (11) 7538-8865vivo. 


Obs.:Parabéns Andreia Vieira, pela belíssima matéria e obrigada por compartilhar....beijos 




domingo, 18 de março de 2012

Victor Palopoli, comemora seus 10 anos no HABIB"S da av.Rio Branco no Centro de São Paulo



foto de Rosângela Matos Jornal Cidade em FocoAZ 
 "Adorei, a comida lá é gostosa, tudo lá é gostoso, até a pimenta que minha mãe colocou no meu prato eu gostei ...kkkkkkkkkk, mas o que eu mais gostei mesmo, foi do Presente do HABIB"S..eeeee..\o/.." 
Victor Palopoli
foto de Rosângela Matos Jornal Cidade em FocoAZ 
 Victor Palopoli saboreando as especialidades da casa (HABIB"S av.Rio Branco em São Paulo 16/03/2012)
foto de Rosângela Matos Jornal Cidade em FocoAZ 
 HABIB"S localizado no cruzamento da avenida Rio Branco com avenida Ipiranga no Centro de São Paulo

foto de Rosângela Matos Jornal Cidade em FocoAZ 
 Victor Palopoli com Ricardo Carvalho (Gerente) e sua equipe: Nice, Maciel e Hiago 16/03/2012 HABIB"S avenida Rio Branco - Centro de São Paulo
A casa ofereceu como presente de Aniversário uma sobremesa à sua escolha e o Victor escolheu uma Banana Split nos sabores chocolatemorango e côco com muito chantilly e cobertura de chocolate, morango e caramelo. ôôô
foto de Rosângela Matos Jornal Cidade em FocoAZ
Victor Palopoli com Claudio Silva Rodrigues 16/03/2012 HABIB'S av. Rio Branco - SP

"Venha Comemorar seu Aniversário no HABIB"S da Avenida Rio Branco, aqui o ambiente é muito divertido, o pessoal é muito legal e simpático, você vai adorar!  Eu recomendo!

Conheçam meu blog, clique aqui

Como mãe e cliente da casa, assino em baixo: 
Rosângela Matos
Diretora das Mídias

sexta-feira, 16 de março de 2012

Dra.Rosângela Matos, apresentação e guia de serviços



Queridos amigos e leitores do Jornal Saúde em Foco 

Muitos de vocês me conhecem mas profissionalmente, muitos ainda desconhecem minha formação e proposta de trabalho, por isto, resolvi trazer um pouco de mim, com o intuito de colocar meus préstimos à disposição, se puder ajudar em algo...

Me formei em estética em 1990 pela Payot, de lá para cá foram inúmeros cursos de formação e especialização, passando de facial à corporal e sentindo a necessidade de mais conhecimento para atender melhor à minha proposta de:
 "Levar Qualidade de Vida às Pessoas".
Estendi meus estudos com grandes especializações, atualizações no Brasil e em outros Países.

Do meu ponto de vista, o indivíduo não pode se tratar de moléstia alguma, sem que o profissional que lhe propõe ajuda, tenha uma "Visão Holística do Ser Humano", então, quando me perguntam, por que eu fiz e faço tantos cursos, a resposta é clara, "Porque o Ser Humano é um Universo em miniatura e não podemos vê-lo apenas como um ser isolado ou uma patologia e sim, um Terreno que necessita de Equilíbrio para se auto-regenerar"

O Terapeuta Holístico é o profissional que em seu conhecimento "do Todo" consegue diagnosticar com maior precisão a origem do desequilíbrio, de onde surge aquela expressão exteriorizada que chamamos de patologia ou doença. 
A medicina alopática trata doença, nós tratamos o paciente. para que a doença desapareça, sempre com terapêuticas embasadas em fundamentos científicos. 


Cursos - Atualizações - Especializações: Saúde

UNIVERSIDADES


  • UNIESP- Faculdade São Paulo - Enfermagem - 2012
  • UNIP-Universidade Paulista - Farmácia Bioquímica - 2005
  • USP - Faculdade de Saúde Pública - Direito Sanitário- 2006
  • USP - Faculdade de Saúde Publica - Uso Racional de Medicamentos - 2006
  • USP - IPEN - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Radiofármacos para Diagnósico e Terapia em Medicina Nuclear - 2005
  • UNIFESP - Escola Paulista de Medicina - Interação Clínico Laboratorial
  • UNIFESP - Escola Paulista de Medicina - Meio Ambiente e Saúde Pública - 2006
  • UNIFESP - Escola Paulista de Medicina- Transplante de Órgãos - 2006
  • Universidade Anhembi Morumbi - Terapia Ortomolecular   

EXTRA CURRICULARES

  •  Roche Diagnóstica do Brasil - Hospital Sírio Libanês - Implantação da Automação de Uroanálise no Laboratório de Análises Clínicas - 2005
  •  Roche Diagnóstico do Brasil - Hospital Sírio Libanês - A importância da determinação do Peptídeo C e outros analíticos, Controle de Qualidade e suas Aplicações em Diabetes - 2005
  • Instituto de Medicina Biológica Integrada - Oligoterapia Quântica, Fito Hormõnios e Biofactores Celulares e Protéicos - 2005
  • Instituto Akwavita - Iridologia - 1999
INTERNACIONAIS
  • FRANÇA - LPG Systens - Endermologie°
  • FRANÇA - Matis Paris - DIPLOMÊ MATIS PARIS
  • FRANÇA - Matis Paris - Cours de Recyclage Scientifique BIOSTASE
  • ALEMANHA- REIKI-Association International - 1.Reiki Grad
  • ALEMANHA -REIKI - Association International - 2.Reiki Grad
 NACIONAIS

  • PAYOT Centro Técnico de Estética - Estética Facial -1990
  • PAYOT - Centro Técnico de Estética - Reflexoerapia Podálica - 1991
  • PAYOT - Centro Técnico de Estética -  Eletrocoagulação
  • CHEVANCE - Atelier de Esética - Tratamentos Corporais - 1991
  • MAG ESTÉTICA - Blefaropigmentação - 1992
  • SKINER - Eletroterapia Corporal - 1996
  • VITA DERM - Terapia Facial - 1999
  • VITA DERM - Terapia Corporal - 1999
  • VITA DERM - Tratamento de Restauração Cutânea -1999
  • VITA DERM - Modelagem Corporal 1999
  • IN - DERMOTERAPIA - Tratamento de Celulites - 2000
  • IN - DERMOTERAPIA - Remodelagem da Gordura Localizada - 2000
  • NÃO+PÊLO - CAPACITAÇÃO IPL - Luz Pulsada Intensa -  2012

Segue abaixo um breve resumo de meus serviços que podem ser recebidos home care para São Paulo:

TRATAMENTOS FACIAIS: 

  • Limpeza de Pele
  • Tratamento de Acne
  • Flacidez 
  • Tratamento de Manchas
  • Rejuvenescimento Ortomolecular
  • Revitalização Rosto Pescoço e Colo
  • Máscaras: de Ouro, de Colágeno, Tensora, Redutora de Queixo Duplo, Anti Acne, etc.
  • Drenagem Linfática Pré e Pós Cirúrgica para Face, Pescoço e Colo.


Estética Corporal com Ortomolecular

  • Redução de Medidas
  • Tratamento para Celulite (Prevenção e Tratamento)
  • Flacidez de Pele
  • Tratamento de Estrias
  • Ginástica Isométrica
  • Endermologia
  • Vinhoterapia
  • Bandagens Ortomolecular para Redução de Medidas

Terapêutica Ortomolecular

  • Prevenção e Tratamento de Vasos
  • Má Circulação de Membros Inferiores
  • Ansiedade
  • Tabagismo
  • Depressão
  • Déficit de Memória, Esquecimento, Dificuldade de Aprendizado e Fixação do Aprendizado
  • Emagrecimento
  • Massa Muscular
  • Dieta do Tipo Sanguíneo
  • Mineralograma (Diáteses - Diagnóstico)
  • Mineralograma do Fio do Cabelo
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Hipotensão
  • Tensão Pré-Menstrual
  • Menopausa
  • Alopécia (queda de cabelo)
  • outros, consultar

Obs.: Temos convênio com Laboratório no E.U.A para o Mineralograma (Exame do Fio do Cabelo)

QUIROPRAXIA - PROBLEMAS DE COLUNA

  • Escoliose
  • Lordose
  • Bico de Papagaio
  • Hérnia de Disco
  • Dores de Cabeça (devido à má postura)
  • Pescoço, Coluna, Pernas e Braços
  • Torcicolos

MASSAGENS

  • Massagem Anti-estress
  • Massagem de Relaxamento
  • Massagem de Tonificação Muscular (Atletismo)
  • Massagem Modeladora
  • Massagem Localizada para Redução de Medidas
  • Massagem Bio Energética
  • Massagem de Relfexoterapia Podálica (na planta dos pés)
  • Massagem de Membros Inferiores indicado para Má Circulação
  • Massagem de Drenagem Linfática no Pré e Pós Cirúrgico (Lipoaspiração, Cirurgias Plásticas)


TERAPIA HOLÍSTICA

Heiki

atendimento para equilíbrio do campo energético do corpo, através de imposição das mãos, atendimento clínico, especialidades e à distância. Energização de medicamentos, água e suplementos.

Iridologia

Avaliação da ìris dos olhos para diagnóstico de campo, referente à patologias passadas, presentes e pré disposições.
Avaliação da íris para diagnóstico comportamental, auxiliar para tratamentos de melhor aproveitamento das características da personalidade, muito empregado também como ferramenta em Recursos Humanos para melhor aproveitamento e formação de equipe de trabalho.

Reflexoterapia Podálica

Tratamento feito à partir das plantas dos pés para diagnosticar e tratar diversas patologias como alternativo, pontos de do-in e shiatsu.

Aurículo Acupuntura 

Terapia feita em pontos reflexologicos da orelha (pavilhão auricular) ,que estão diretamente ligados aos órgãos vitais e membros do corpo, para equilíbrio energético, seu emprego é indicado para todos tratamentos clínicos físicos e psicossomáticos como complementar à medicina alopática.

MEDICINA NATURAL

Com o emprego de diversas técnicas, nós terapeutas, fazemos diagnóstico, através de consulta e avaliação física após uma criteriosa anamnese e trata o paciente com técnicas de terapias alternativas, com o intuito de auxiliar no equilíbrio do organismo do paciente. Esta é uma visão holística, onde o objetivo é buscar a causa da doença e não a patologia em sí, pois este é tratado por médicos alopatas, sendo portanto, a medicina natural, uma ferramenta co-adjuvante em todas as patologias clínicas e não dispensa em momento algum o acompanhamento do médico alopata pelo qual, o paciente já esteja sendo atendido.

Tratamento à base de terapias alternativas, com base neste diagnóstico, seguido conforme necessidade do paciente, podem ser:

Florais de Bach, Homeopatia, Iridologia, Cromoterapia, Geoterapia, Fitoterapia, Oligoterapia, Terapia Ortomolecular, Crioterapia, Massagens, Termoterapia, Quiropraxia, Reflexoterapia, Shiatsu, Acupuntura entre outras


ATENDIMENTOS:


contato:
Fones: (11) 98943-0227 claro 
e-mail:  dra.rosangelamatos@hotmail.com

Rosângela Matos
Professora de Estética Facial, Corporal e Massagens
Consultora para Clínicas e Spas
Terapeuta Holística
Palestrante em Cosmetologia, Eletroterapia e Marketing na Estética
Jornalista e Diretora das Mídias Jornal SAÚDE em Foco e Jornal CIDADE em FocoAZ

quinta-feira, 15 de março de 2012

HEMOCENTRO OPERA COM ESTOQUE BAIXO E PEDE DOAÇÕES COM URGÊNCIA

Repassando: 
Extraído do Blog A Mosca Azul
Doadores com idade de 16 a 67 anos devem comparecer à unidade

O estoque do Hemocentro Regional de Campos está novamente com carência de sangue de todos os tipos. Para evitar o adiamento de cirurgias e problemas no atendimento emergencial do Hospital Ferreira Machado (HFM), a unidade, que atende a hospitais públicos e particulares de Campos e de 16 municípios do Norte e Noroeste Fluminense, conta com a colaboração de todos.

DOAR É FACIL E NÃO DÓI
Uma portaria do Ministério da Saúde, ampliou a faixa etária para doação de sangue, para que jovens e adultos de 16 até 67 anos possam doar. Aqueles com idade entre 16 e 17 anos devem preencher um formulário fornecido pelo Hemocentro Regional de Campos, com o consentimento do responsável legal para cada doação, e com cópia da identidade oficial do responsável anexada.

Para quem tem mais de 60 anos, a doação só será possível caso a pessoa já tenha doado anteriormente.

Todos os doadores devem portar um documento original de identidade com foto, ter mais de 50 Kg, não estar em jejum e não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas 3 horas.

O Hemocentro de Campos está localizado à Rua Rocha Leão, 2, anexo ao Hospital Ferreira Machado (HFM) e atende diariamente, das 7 às 18h, inclusive aos sábados, domingos e feriados.


Fonte: Ururau / Fotos: Carlos Grevi (Postado via IPad)

domingo, 11 de março de 2012

MIOMAS: tudo o que você precisa saber


O mioma é um problema tipicamente feminino e já conhecido de muitas mulheres. Esse tumor benigno, que se desenvolve no útero, atinge cerca de 50% das mulheres em idade entre 30 e 50 anos. Mas calma, apesar da grande incidência da doença, a sua presença nem sempre é preocupante.

Ainda não se sabe ao certo o que provoca o aparecimento de um ou múltiplos nódulos, que podem ser de tamanho e localização variáveis. O surgimento pode ocorrer após a menarca – primeira menstruação – e se prolongar até a menopausa. É mais comum em mulheres negras, pacientes que apresentam história da doença na família (mãe ou irmã) ou ganho de peso, isso porque com o sobrepeso pode ocorrer disfunção hormonal devido ao maior número de células de gordura. Outros fatores relacionados ao estilo de vida ainda estão em estudo.
Em algumas pacientes, os sintomas mais comuns são: sangramento excessivo durante a menstruação ou em períodos irregulares e dor na pelve e no abdome. Em outros casos, não há nenhum incômodo. “O tumor benigno não vai se transformar em câncer. O problema do mioma é quando apresenta sintomas, pois há queda na qualidade de vida. A mulher passa a ter dor constante e a sangrar muito, o que pode levar à anemia e, em casos extremos, à necessidade de transfusão sanguínea. A doença ainda pode causar desconforto na relação sexual, funcionamento irregular do intestino, incontinência urinária e, em alguns casos, prejuízo da fertilidade”, explica o dr. Mariano Tamura, ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e do setor de mioma uterino da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Diagnóstico e tratamento

Existem quatro tipos de miomas, nomeados de acordo com sua localização.
  • Submucosos: que aparecem no interior do útero, podem acarretar sangramento abundante e anemia.
  • Intramural: aquele que se desenvolve no meio da parede uterina, provocando cólicas.
  • Subserosos: que surgem na parte externa do útero, cujo principal sintoma é percebido quando passam a comprimir outros órgãos, como o intestino.
  • Pediculados: que podem ser confundidos com tumores ovarianos; são ligados ao útero apenas por um tecido chamado pedículo.
O diagnóstico dos tumores é realizado em consulta ao ginecologista, considerando-se as possíveis queixas e o exame físico, que avalia se o útero tem o tamanho aumentado. Para confirmar a suspeita, o médico solicita uma ultrassonografia ou outros exames de imagem. Caso seja constatado o problema, deve-se levar em consideração o estilo de vida e os desejos de cada paciente. “Temos que considerar quais são os sintomas, a idade, os planos de ter filhos, o desejo de preservar o útero e se a paciente aceita ou não passar por uma cirurgia”, esclarece o dr. Tamura.
Há inúmeros caminhos para o tratamento:
  • Histerectomia: cirurgia utilizada para retirar o útero. O benefício é definitivo; entretanto, não é indicada para mulheres que ainda querem gerar filhos ou desejam manter o útero.
  • Miomectomia: cirurgia de retirada do mioma, preservando o útero. A anatomia do órgão é restabelecida e os sintomas diminuem. Indicada para mulheres que desejam preservar a fertilidade ou para aquelas que têm infertilidade causada pelo mioma – o que não é frequente – com melhora das chances de engravidar.
  • Embolização: procedimento realizado por meio de um cateter introduzido na artéria femoral e direcionado às artérias uterinas, responsáveis por nutrir o mioma. Injeta-se uma substância para bloquear a alimentação do tumor. Há melhora das queixas e diminuição dos miomas, porém ainda não é considerado totalmente seguro para mulheres que desejam manter ou melhorar a capacidade de ter filhos.
  • Ultrassom focalizado e guiado por ressonância magnética: é a mais nova arma utilizada contra os miomas. A paciente deita-se na mesa de ressonância e, quando o médico aplica o ultrassom, as ondas são direcionadas para uma região específica do tumor, em que a temperatura aumenta até 90ºC, destruindo o tecido. Estudos estão sendo realizados para avaliar para quais casos esse método é eficaz.
  • Medicamentos: também podem ser a opção e seu uso é aconselhado para diminuir os sintomas, ou seja, não acabará com os tumores, apenas diminuirá o mal estar. Podem ser à base de hormônios, como os anticoncepcionais orais, anti-inflamatórios ou antifibrinolíticos, para diminuir o sangramento e as cólicas.
Sintomas à parte, todas as mulheres devem fazer o acompanhamento ginecológico para ficar de olho no surgimento dessa ou de outras doenças.
fonte: einstein/espacosaude
Comentário:
Não faça automedicação, procure seu ginecologista, pronto socorro ou vá à uma Unidade Básica de Saúde próximo à sua residência para que sejam feitos exames clínicos laboratoriais. 
Mais uma vez, nossos agradecimentos ao Hospital Israelita Albert Einstein
Jornal Saúde em Foco. Rosângela Matos - dra.rosangelamatos@yahoo.com.br

Postagens Mais Lidas nos últimos 30 dias

Como consertar fraturas da Medical Animation

fonte: Tide Monteiro do diHITT

16/17 de Maio de 2009 - Céu Paz Jd.Parané - Coord.Juventude- Prefeitura da Cidade de São Paulo/SP

Nossos Leitores

Ação Global da Rede Globo 2011

Ação Global da Rede Globo 2011
Aconteceu no Pq. da Juventude no Carandiru dia 14/05